Quarta-feira, 7 de Fevereiro de 2007

VOTO

Pousa os teus seios neste poema.

Estende os braços e a voz.

E rema

Nos lençóis de rima,

Lira delira cópula,

Pelos viadutos do sonho

(Sem nenhum desvio)

Almofada, divã ou cama,

Ejaculando ósculos de cio.

Almeida Firmino

Hoje estou::
tags: ,

publicado por picarota310172 às 16:37
link do post | que me dizes? | favorito

Quem sou eu?


ver perfil

seguir perfil

. 17 seguidores

O que procuras?

 

Julho 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13
14

15
16
17
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30
31


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Últimas publicações

De volta...outra vez!

De olhos postos nos céus....

MAR

De volta ao Maroiço...

Por entre mar e flores...

Fado Maroiço

No topo do mundo...

A UM POETA (surge et ambu...

Mais Pico no seu melhor

Ilha do Pico - maravilhas...

arquivos

Julho 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

tags

todas as tags

links